Carne branca pode reduzir risco de HCC

O consumo de um nível elevado de carne branca ou peixe pode reduzir o risco de desenvolver a forma mais comum de cancro do fígado, de acordo com um estudo chinês publicado no jornal de pesquisa Pharmacology & Therapeutics.

O carcinoma hepatocelular (sigla HCC em inglês) é uma das formas mais comuns de câncer no mundo, e é responsável pela maioria dos casos de câncer de fígado. Considerando-se o aumento das taxas de HCC em todo o mundo, especialmente na Europa e na América do Norte, o estudo foi realizado para ajudar a esclarecer os fatores de risco e medidas de proteção.

O estudo foi baseado em informações de 1956-2013, e concluiu que a maior ingestão de peixes e carne avícola reduziu o risco de HCC, porque eles são uma fonte rica em ácidos graxos insaturados e têm menos colesterol e gordura saturada do que a carne vermelha. As evidências mostraram que n-3 ácidos graxos poli-insaturados têm um potencial anti-inflamatório, por meio da inibição da síntese de IL-1 e TNF 44, o que poderia impedir o HCC porque a inflamação desempenha um papel-chave no desenvolvimento do cancro, de acordo com o estudo.

O estudo também informou que o consumo de carne vermelha e carne processada não tem associação significativa com maior risco de HCC, apesar de estudos anteriores que sugerem como tal. Mais estudos são necessários para confirmar os resultados, mas estas descobertas têm importantes implicações para a saúde pública e de dieta, notou a pesquisa.

O estudo foi realizado pelo Departamento de Radioterapia no Hospital do Câncer de Zhejiang, em Hangzhou, China, e foi apoiada pelo fundo do Projeto de Tecnologia Médica e Ciências da Saúde da Província de Zheijiang.
 

Autor: Assessoria de Comunicação Itabom - Mariana Ortigosa Vilhalva

Fonte: http://www.carnetec.com.br/Industry/News/Details/53501